Queijo Minas Artesanal

Luta para uma nova legislação para o comércio do Queijo Minas Artesanal

Em atendimento a requerimento do deputado Zé silva, foi realizada em Medeiros, no dia 19 de setembro, Audiência Pública da Câmara Federal para discutir o Queijo Minas Artesanal. A cidade foi sugerida para sediar esta reunião por concentrar uma grande quantidade de produtores de queijo artesanal e por ter recebido um Centro de Qualidade do Queijo. A audiência discutiu a legislação para produção e comercialização do queijo mineiro, contando com a presença de autoridades do Ministério da Agricultura, técnicos do Programa Queijo Minas Artesanal, da Emater-MG, acadêmicos do Instituto Federal de Bambuí - IFMG, que estudam o queijo artesanal, e produtores rurais, além de lideranças sociais e políticas da Serra da Canastra e outras regiões produtoras.

O Queijo Minas Artesanal é um patrimônio imaterial de Minas Gerais, reconhecido por sua tradição na fabricação, qualidade e valor cultural, mas que encontra sérias dificuldades para certificação e comercialização devido a entraves na legislação. "A legislação em vigor hoje é de 1952, e dificulta a comercialização do queijo, não levando em consideração as condições atuais de mercado e as demandas dos produtores rurais", explica o deputado. De posse de sugestões e demandas dos produtores, técnicos e pesquisadores, o deputado Zé Silva pretende agora realizar um debate nacional, desta vez em Brasília, além de propor mudanças para as leis que regulamentam a produção e comercialização de produtos agroartesanais.