Diretores do Sintamig e representantes do Desenvolvimento Agrário se reúnem para discutir reforma Agrária

DSC 24812

A parceria começou a ser discutida em reunião ocorrida na sede da Delegacia do Desenvolvimento Agrário em Belo Horizonte no dia 30 de novembro de 2017.

Desta feita, por solicitação do Presidente do Sintamig, os representantes do Governo Federal vieram até a sede do Sindicato para a reunião que aconteceu no dia 19 de fevereiro de 2018.

Além do Presidente do Sintamig, Sr. Ely Avelino, estavam presentes o Diretor Administrativo Carlos Roberto Alves, o Delegado Regional de Contagem, Renan Fernandes e o Conselheiro Fábio Cota.

Pelo Desenvolvimento Agrário, participaram o Sr. Ronaldo Lima Rodrigues, Delegado Federal do Desenvolvimento Agrário no Estado de Minas Gerais, o Sr. Marcelo Martins, Subsecretário de Desenvolvimento Agrário e o Sr. Elismário Borges Roma, Assessor de Gabinete da Secretária Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário – SEAD.

Na reunião anterior, os representantes do Sintamig sinalizaram com o interesse em organizar um projeto de Desenvolvimento Agrário que pudesse contemplar especialmente os Técnicos Agrícolas do Estado de Minas Gerais que apresentam vocação, interesse para fixar na terra como agricultor familiar.

A boa notícia é que o Sr. Ronaldo Lima acolheu a proposta e se colocou a disposição para estudar a melhor forma das duas Entidades celebrarem uma parceria que viabilizasse o interesse do Sindicato.

Na última reunião, para a alegria dos dirigentes sindicais, o representante do Desenvolvimento Agrário, Sr. Marcelo Martins apresentou proposta indicando que é possível concretizar o desejo da entidade através do Fundo de Terras e da Reforma Agrária - Banco da Terra.

O Sr. Marcelo Martins deu detalhes de como a parceria deve funcionar: “O Sintamig se credencia junto à Secretaria especial do Desenvolvimento Agrário e em seguida estará apto a selecionar os agricultores interessados, Técnicos Agrícolas, ou não, emitir a declaração de aptidão para que esses possam pleitear a participação no projeto”.

Até o segundo semestre de 2017, o limite de financiamento pelo programa era de R$ 80.000,00 por agricultor. Porém, com a edição do Decreto nº 9.263/2018 o teto do financiamento passou para R$140.000,00, concluiu Marcelo Martins.

Ao final da reunião, Ely Avelino, Presidente do Sintamig, se mostrava muito animado. Agradeceu à participação de seus Diretores e falou da organização da categoria enaltecendo o papel do Técnico no mercado de trabalho “Hoje os proprietários rurais precisam muito dos Técnicos para regularizar suas propriedades, por isso, o Sintamig não vai desistir enquanto não resolver esta questão.” concluiu Avelino.

Fonte: Assessoria de imprensa do Sintamig