Piso Salarial

CONQUISTA HISTÓRICA

CCJC aprova projeto que garante piso salarial para técnicos Valor será de R$ 1.940,00 corrigido pelo IGP-M

O dia 11 de maio de 2011, ganha mais um espaço na história dos técnicos. Dirigentes do SINTAMIG, ATABRASIL, FENTEC e OITEC comemoraram a aprovação, pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, do Projeto de Lei nº 2.861/08, que estende o piso salarial a todos os técnicos de nível médio inscritos nos Conselhos Regionais de Engenharia, Arquitetura, Agronomia e Química. O relator na CCJC, deputado Osmar Serraglio, foi favorável à aprovação do projeto. Ele fez questão de destacar, no seu relatório, a participação efetiva das entidades representativas dos técnicos agrícolas e industriais na defesa da proposta.
Pelo texto aprovado, com as emendas, o piso será de R$ 1.940 e o valor deverá ser corrigido a cada ano com base no índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), calculado pela Fundação Getúlio Vargas. O projeto, que já foi aprovado pelos senadores, ainda depende de uma última votação no Plenário da Câmara.
Os técnicos destacam o apoio recebido por vários deputados, especialmente o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia que se empenhou pela aprovação do Piso Salarial dos Técnicos.

Piso Salarial para a Extensão Rural
Tramita, na Câmara dos Deputados, Projeto de Emenda Constitucional Nº 49, de 2011, que institui pisos salariais nacionalmente unificados para os funcionários dos órgãos públicos de assistência técnica e extensão rural. Proposta encaminhada pelo Deputado Federal Zé Silva (PDT/MG) e mais 181 parlamentares busca melhorar as condições salariais por trabalhadores da extensão rural no Brasil. Atualmente são 26 mil extensionistas rurais que serão beneficiados pela medida.